+55 (34) 8400-3713 info@clinicabremen.com

Preoperatório

As recomendações que antecedem a cirurgia são muito importantes para você, a fim de garantir a qualidade na intervenção.

Diretrizes a serem seguidas antes de um implante capilar

  1. Não pratique nenhum esporte ou esforço físico, 5 dias antes da cirurgia.
  2. Se utilizar o Minoxidil, deve parar o tratamento 2 semanas antes da cirurgia, se utilizar finasterida, continue a tomar a dose habitual.
  3. Não tomar aspirinas ou antiinflamatórios 10 dias anteriores à cirurgia. Informe o médico se você estiver usando qualquer anticoagulante para tratamento antes do transplante.
  4. Não tome qualquer complexo vitamínico, incluindo as vitaminas E e B, 10 dias antes da intervenção, porque o sangramento aumenta. Além disso, evite qualquer produto de ervas durante a mesma semana.
  5. Não beba álcool pelo menos 3 dias antes do transplante e evite bebidas com cafeína (por exemplo, café, Coca-Cola …), porque eles aumentam o sangramento e a sensibilidade aos medicamentos usados no transplante.
  6. Você pode continuar com a medicação habitual (HBP, hipoglicemiantes, protetor gástrico, etc.).
  7. Beba muita água no dia anterior à cirurgia.
  8. Não fume 24 horas antes da cirurgia, porque atrasa a cicatrização e aumenta a probabilidade de infecção, de modo que a sobrevivência dos enxertos possa ser comprometida.
  9. Na mesma manhã da cirurgia, quando tomar banho, você deve lavar a cabeça com shampoo normal, certificando-se de remover qualquer produto que esteja usando para o seu cabelo (gel de cabelo, spray de cabelo, etc.)
  10. Não raspar o cabelo.
  11. Usar camisa com botão e / ou zíper.
  12. Café da manhã normal na manhã do transplante, evite apenas bebidas com cafeína (por exemplo, café, Coca-Cola …).
  13. Aconselhamos a não dirigir logo após a cirurgia, pois você pode receber alguma medicação que cause sonolência (sono).
  14. É necessário fazer análises que reflitam dados como «hemograma, glicemia, ionograma, coagulação, AIDS, Hepatite B e C «. Será necessário um eletrocardiograma, com no máximo 2 semanas antes da intervenção, no caso de ter mais de 60 anos e / ou com patologia cardíaca prévia.